LINHA DO TEMPO

1984

Nasce a PHB em São Paulo.

1985

Capital investido de USD 17.500. Faturamento do 1º ano de 1 milhão de dólares.

1986

Com 75 funcionários, a PHB conseguiu se autofinanciar devido alta margem.

1987

Desenvolvimento de Conversores CC/CC para NEC.

1988

Desenvolvimento da fonte CC/CC para central trópico baseada no modelo desenvolvido pelo CPqD com significativa otimização de custos.

1989

PHB em alto crescimento se estabeleceu em três locais, no Bairro de Alto da Lapa:

• 1º Local – R. Coelho de Carvalho -Montagem, teste de cabos e transformadores (inicialmente 60 colaboradores);
• 2º Local – R. Camburiú-Engenharia e Administração;
• 3º Local – R. Toneleros-Produção e o estoque.

1990

Com a abertura de mercado de informática, a PHB tinha 436 funcionários, USD2,2 milhões de faturamento. A PHB era líder em fontes de microcomputadores até a introdução do Plano Collor.

1993

Transferência da produção de fontes para computador para Manaus. Para competir com as fontes de computadores vindas de Taiwan, a PHB montou uma fábrica em Manaus.

1994

Início do desenvolvimento dos Retificadores de 5A para armários de Telecom.

1996

Desenvolvimento e fabricação das primeiras fontes da urna eletrônica. Participação em uma concorrência internacional para o fornecimento das fontes das urnas eletrônicas e início da produção na China.

1998

Retificador 10A/48V.

2000

A PHB zera todos os passivos.

2001

AI de energia para a Motorola.

2002

Conversores CC/CC para Telecom-overlay GSM sobre TDM.

2004

Retificadores 10 A - SR40A, Retificadores de 20 A - SR100A.

2006

Retificadores de 15A - SR30A e SR60A.

2008

Início do projeto da UR 3000W com Processador Digital de Sinais (DSP) e da Unidade de Supervisão e Controle (USCC).

2010

Telealimentação; Módulo central; Sistema Remoto.

2011

A PHB, por meio do sócio fundador da empresa, Ildo Bet, coordenou o Grupo de Trabalho (GT) de normas técnicas dos inversores e a Comissão de Estudos dentro do COBEI/ABNT; Lançamento do SR 200A; Desenvolvimento de perfis (ferramentas) e acessórios para montagem de módulos fotovoltaicos para telhados.

2014

Lançamento dos Sistemas Retificadores SR400A, SR600A, SR1200A e SR2400A; Lançamento de retificador 125V para área industrial: petróleo, subestações, ferrovias, mineração etc.

2015

Certificação INMETRO dos primeiros inversores fotovoltaicos conectados à rede do Brasil, monofásico e trifásico; Lançamento da linha de String Box, Combiner Box e quadro de distribuição CA (QDCA); Lançamento das estruturas de fixação de módulos fotovoltaicos; Desenvolvimento de BMS (Battery Management System) e empacotamento de baterias de lítio-íon. Parceria PHB+CPqD+BNDES(Funtec).

2016

Certificação ANATEL do monitoramento Wi-Fi dos inversores fotovoltaicos; Sistema Retificador para Geração Distribuída (SRGD); Inversor Fotovoltaico Híbrido Modular (para aplicações backup e off-grid).

2017

Bike on-grid; Inversor híbrido bidirecional com bateria de Lítio-Íon; Desenvolvimento de retificador 220V.